A verdade verdadeira

Hoje venho falar o que está em meu coração, sem teorias ou bibliografias. Apenas com toda a minha essência.

Venho falar sobre a verdade. A minha, a sua, a que nos foi ensinada, a que a sociedade impõe… São tantas verdades que existem sobre todas as coisas. E qual será a correta? Qual é a “verdade verdadeira”? É claro que algumas pessoas vão dizer que é a sua e outras vão concordar que depende do ponto de vista.

Esse papo que parece meio maluco tem sido a minha busca nos últimos meses. Qual será a verdade sobre tudo? Em que eu acredito? Pra que lado eu vou? Qual bandeira eu levanto?

A minha verdade é que não existe uma bandeira.

E quando falo “a minha verdade” quero dizer que foi à essa conclusão que cheguei na minha busca pessoal.

Nada mais real do que viver aquilo em que eu realmente acredito. Nada mais leve do que me libertar das verdades dos outros, aquelas que tentaram me convencer ao longo da vida e hoje eu vejo que não preciso mais acreditar. Ou não preciso mais fingir que acredito.

Viver a minha verdade não me traz a necessidade de convencer alguém a seguir o mesmo caminho que eu, porque esse é o meu caminho. E isso é libertador. Eu sei o que eu já conquistei e o que ainda falta aqui dentro e cada um sabe do seu interior. Eu não sei da sua jornada, das suas dores ou das suas conquistas então não faz sentido te falar qual caminho é o certo. Só você sabe o que é certo pra você.

Aqui trago a importância do autoconhecimento. Saber quais são os seus valores, o que é importante pra você, quais sentimentos e emoções você carrega.

Autoconhecimento é a luz da sua jornada.

Te convido a olhar pra dentro, identificar o que você tem de mais valioso na vida e que não poderia viver sem. Reconhecer quais sentimentos positivos e negativos tem se manifestado em sua vida e a razão deles surgirem. Observar como você tem reagido às coisas boas e ruins que acontecem no seu dia-a-dia. Você tem sido grato ao que acontece de bom ou só consegue ver as coisas ruins? E o que você considera ruim, tem tirado algum aprendizado? Acha que só tem motivos para reclamar? Se acha isso, que tal liberar um espaço no seu coração para agradecer à vida, ao ar que respiramos, ao sol e à chuva? Tão simples, porém tão essenciais para a nossa sobrevivência…

Esse tem sido o meu caminho e a minha verdade. Espero que você também encontre o seu e que viva verdadeiramente aquilo em que acredita.